https://www.econortemadeiras.com.br/trepadeiras Trepadeiras | Brasil | Econorte Madeiras

    Separamos alguns tipos de trepadeiras mais usadas em nossa região e que deixam os ambientes lindos e, além de tudo, elas cobrem bem a sua pérgola, permitindo que você utilize a área embaixo dela, aproveitando sua sombra.

    Primavera
     A Primavera pode ser conduzida como arbusto, cerca viva e como trepadeira. Fica ótima em pergolados.  Possui folhas pequenas e lisas. Seu florescimento é abundante, suas flores são pequenas. Suas cores são muitas: amarelo, roxo, vermelho, branca, rosa, entre outras.
    Oriunda do sul do Brasil, suporta muito bem o frio e às geadas, tendo boa vegetação também em áreas de altitude. Deve ser cultivada em solo fértil que pode ser preparado tanto com adubo orgânico ou químico. Para estimular o florescimento e a renovação da folhagem  são indicadas podas de formação e manutenção anuais.

    Alamanda
     Trepadeira bastante conhecida e utilizada, é perfeita para cobertura de pergolados, apresentando praticamente o ano inteiro flores vistosas de cor amarelo-ouro. Sua folhagem é bastante ornamental, composta por flores verdes e brilhantes.  Adapta-se a todos os estados brasileiros, mas prefere calor. Seu cultivo deve ser a pleno sol, em solo fértil e com regas regulares. Por possuir uma ramagem vigorosa e pesada, não é indicado seu uso em treliças e cercas mais frágeis.

      Essa planta é super tóxica para ser ingerida

    Ipoméia-Rubra ou Glória da Manhã

     A Ipoméia- Rubra é uma trepadeira  própria para revestir grades, treliças, cercas e pergolados. Apesar de parecer uma planta delicada no início, torna-se muito resistente após seu pleno estabelecimento. Aprecia bastante o calor, mas também pode ser plantada em ambientes protegidos como interiores e estufas. Sua floração se estende da primavera ao outono.
Deve ser cultivada em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e bem irrigado. A Ipoméia-Rubra é uma planta de baixa manutenção, bastante rústica e tolerante a podas drásticas. Indica-se  a poda após o florescimento, tanto para controlar o crescimento como estimular a próxima floração.

    Sapatinho de Judia

    Sua folhagem bastante ornamental de coloração verde escuro, destaca suas flores de cor amarela com marrom avermelhado, ocorrendo ainda uma variedade de flores totalmente amarelas.
Seu cultivo deve ser feito em solo fértil enriquecido com matéria prima orgânica com regas regulares, a pleno sol ou meia sombra.

    Sapatinho de Judia

    Sua folhagem bastante ornamental de coloração verde escuro, destaca suas flores de cor amarela com marrom avermelhado, ocorrendo ainda uma variedade de flores totalmente amarelas.
Seu cultivo deve ser feito em solo fértil enriquecido com matéria prima orgânica com regas regulares, a pleno sol ou meia sombra.

    Jasmim-dos-Poetas

     O Jasmim é uma trepadeira bastante ramificada de crescimento rápido, muito conhecida pelo perfume de suas flores. As flores são rosadas por fora e brancas por dentro e exalam um perfume adocicado. Perfeito para jardins românticos e clássicos, suas folhas e flores são de uma beleza delicada e perfume suave que aguçam os sentidos. Ideal para ser usada em lugares de tráfego ou descanso onde possa se aproveitar seu perfume. Sua floração varia de acordo com o clima, podendo florescer no outono, inverno ou primavera.
     Deve ser cultivada em solo fértil drenável, enriquecido com matéria orgânica e irrigado com intervalos regulares. Requer podas de limpeza e tutoramento anuais, que a deixarão sempre viçosa e florífera.

    Trepadeira de Jade

    A trepadeira Jade pode alcançar muitos metros de altura dependendo do suporte em que se encontra. Com folhagem abundante, floresce na primavera, suas flores apresentam um brilho perolado espetacular e uma coloração entre o verde e o azul, comparada as pedras de jade, água-marinha e esmeralda. Tem também lindas flores vermelhas. É excelente para cobrir estruturas como Pergolados, pois fornece sombra agradável o ano todo. As podas podem ser realizadas para contenção do crescimento e renovação da folhagem.
   Deve ser cultivada em solo fértil enriquecido com matéria orgânica e irrigado a intervalos regulares. Adubações anuais na primavera ou no verão estimulam uma floração mais abundante. A Jade aprecia umidade e calor, não sendo tolerante ao frio intenso, devendo ser cultivada em regiões de clima mais quente.

     Gostou das opções?? Agora é só escolher a que combina mais com o seu pergolado!! E aproveite para curtir nossa página no facebook para ver nossas novidades: https://www.facebook.com/econortemadeiras/